Curriculo Simples

Para o recrutador, você é o que seu currículo diz. Assim, é preciso preparar um currículo simples, mas completo e rico em detalhes. Não deixe de prestar informações importantes, mas também não exagere em assuntos desnecessários.

A redação de um currículo deve ser feita com base nas necessidades e expectativas do candidato, dando ênfase ao objetivo profissional, agregando valor às suas principais qualificações focando sua área de atuação.

Atualize e modernize seu currículo, deixando-o a sua cara. Seu currículo é seu cartão de visitas e é ele quem fala de você, para recrutador. Por isso, o currículo deve ser personalizado e adequado a cada candidato.

A primeira fase de um processo seletivo é a análise de currículos. É nesse momento que os candidatos precisam se mostrar, sem necessariamente estar na frente do recrutador. As informações precisam estar objetivas e detalhadas, sem, no entanto haver exageros. A falta de alguma informação pode excluir o candidato da próxima etapa.

Normalmente, um currículo tem 1 página, podendo chegar a 2, mas nunca exceder 3 páginas. Um exagero pode tirar o pretendente do jogo.

No cabeçalho do currículo destaque seu nome completo em letra arial ou times no tamanho 16. Abaixo, indique seu endereço, idade, telefone, email, estado civil e número de filhos.

Chegou o momento de mostrar seus objetivos profissionais. Descreva as experiências, da atual para a mais antiga. Informe os cargos e funções executadas à frente do nome completo da empresa. Dê ênfase aos resultados obtidos. Mostre dinamismo e competência ao recrutador, que busca um empregado de destaque e com diferencial humano, técnico ou gerencial.

Na área de Formação, cite o nível de escolaridade, a instituição em que o concluiu e o ano. Se tiver sido aprovado com destaque, informe isso no currículo, pois será um diferencial.

É imprescindível mostrar suas aptidões em línguas e informática, bem como o grau de conhecimento em que se encontra. Não minta, pois será facilmente descoberto.

Lendo seu currículo, o recrutador precisa se interessar e acreditar ser você o profissional buscado pela empresa, por isso ao fazer um currículo, coloque-se no lugar de quem busca, focando no que será mais adequado à vaga oferecida.

Anexar uma carta de apresentação ao currículo pode ser importante quando a candidatura não é para uma vaga específica, ou quando há indicação de alguém. Essa carta deve ser sucinta, com um assunto e uma candidatura, mostrando seu interesse em fazer parte da empresa. Direcione para o recrutador ou setor que recruta.

Faça um contato com a empresa, mesmo quando não há anúncio de vaga. Nem sempre as empresas anunciam todas as vagas disponíveis.

Cuidado com erros de português. Eles serão decisivos no processo.

Não coloque nome dos pais, número de documentos, cursos incompatíveis com o perfil profissional assumido. Não repita muito as informações. Algumas vagas de emprego precisam ser preenchidas por quem tenha disponibilidade para viagens e até mudanças de cidade, por isso, mencione ao final do seu currículo essas particularidades.

Veja mais sobre como fazer currículo através do vídeo abaixo na reportagem do Fantástico da Rede Globo: